“Planeio engravidar…”

Está a pensar engravidar? “O teu Médico de Família” propõe-lhe 5 passos essenciais para uma gravidez planeada.

Antes de engravidar!

A mulher e/ou o casal deve agendar uma consulta designada pré-concecional (antes da conceção, ou seja, antes da gravidez) junto do seu médico de família para:

  • Avaliação global, ajuste dos hábitos alimentares e cessação do consumo de álcool, tabaco e outras substâncias ilícitas (existem consultas especializadas para o efeito);
  • Análises;
  • Atualizar vacinas e rastreio do cancro do colo do útero (“papanicolau”);
  • Iniciar suplemento 2 meses antes de interromper método contracetivo (ácido fólico e iodo, existem várias opções no mercado, alguns comparticipados, outros apresentam-se sob complexos com vários compostos para além destes);
  • Suspender ou substituir eventual medicação habitual que possa comprometer a saúde da grávida e/ou do feto – sempre sob supervisão médica.

Ter relações sexuais no período da ovulação aumenta o sucesso da gravidez?

A probabilidade de engravidar é maior se houver relações sexuais com intervalos não superiores a 2 dias na chamada “semana fértil”, ou seja, na semana em que ocorre a ovulação. Ora como pode determinar essa semana? Geralmente a ovulação ocorre 12 a 16 dias antes da próxima menstruação mas tal pode variar consoante o ciclo da mulher pelo que a frequência de relações sexuais deve permanecer ao longo do ciclo. Estão disponíveis no mercado testes que lhe permitem detetar a fase da ovulação com alguma precisão. Também existem aplicações para o telemóvel onde pode consultar o dia provável de ovulação conforme a sua menstruação (sugestão: “Clue calendário”)

“Não sou imune à toxoplasmose, devo ter cuidados?”

Sim. A qualquer altura pode engravidar pelo que deve evitar contrair a toxoplasmose. Alguns dos cuidados passam por: lavar bem os alimentos que ingerir crus e com casca (desinfetar com Amukina– encontra em qualquer supermercado), alimentos bem cozinhados (em especial a carne exceto se previamente congelada), evitar produtos lácteos não pasteurizados, lavar sempre bem as mãos, usar luvas no manuseamento da liteira dos gatos.

Nem toda a gravidez tem sucesso à primeira. “Serei infértil?”

Não se admire se, mesmo seguindo todas as regras, não conseguir engravidar no primeiro mês. Lembre-se que o stress é um dos fatores que reduz o sucesso da gravidez. A infertilidade apenas se considera após 1 ano de relações sexuais desprotegidas e regulares.

“Vejo todas as minhas amigas engravidarem menos eu!”

Não se iluda se acha que todas as mulheres que conhece engravidam menos você. É natural que quem consiga o diga livremente mas também é natural que quem não consiga o esconda pelo que os casos que conhece são maioritariamente os de sucesso.

“Porque não consigo engravidar?”

O problema pode ser seu ou do seu parceiro sexual. Vários fatores podem influenciar o sucesso da gravidez tais como a idade da mulher (acima dos 35 anos), tipo e frequência das relações sexuais, consumo de tabaco, de álcool ou drogas ilícitas, utilização de medicamentos, hábitos alimentares e estilos de vida, certos tipos de trabalho e/ou lazer e magreza, excesso de peso ou obesidade.

“O que devo fazer se não conseguir engravidar?”

Se após 1 ano de relações sexuais regulares e desprotegidas (sem preservativo ou pílula ou qualquer outro método) não conseguir engravidar é aconselhável recorrer ao médico de família que poderá solicitar exames e/ou referenciar a uma consulta de infertilidade (ginecologia/obstetrícia) disponível nos hospitais públicos.

“Quantos dias de atraso do período menstrual devo aguardar até fazer o teste?”

É aconselhável esperar 7 a 10 dias de atraso do período menstrual. Embora haja testes que prometam detetar mais rapidamente a gravidez, realizar o teste antes do aconselhável pode dar-lhe um resultado falso que apenas lhe aumenta a ansiedade.

 

A decisão de engravidar não pode passar só daí. Deve ser devidamente acompanhada por profissionais de saúde que a ajudarão neste processo com o intuito de evitar problemas durante a gravidez que possam pôr em causa a sua vida e a do seu filho.

Assim sendo, se quer engravidar agende uma consulta médica para uma orientação cuidada.

Atenção

Cada caso é um caso e como tal o seu deve ser sempre avaliado em consulta médica. Se sofre de algum problema de saúde deve ser devidamente acompanhada já que algumas das atitudes acima mencionadas poderão ser diferentes no seu caso.

Deixe uma resposta