E se pudesse reduzir em 30% as hipóteses de desenvolver cancro?

Parece mais do mesmo mas acreditem que este assunto é sério.

Cancro é considerada a doença do século e sendo a prevenção um dos principais papéis do Médico de Família, já era mais que tempo de falar sobre este tema.

Recentemente a OMS (Organização Mundial de Saúde) publicou um artigo sobre doença oncológica. Respondo aqui a 2 questões simples: quais os cancros mais frequentes e quais as atitudes a adotar na vida para reduzir a probabilidade em desenvolver esta doença.

Quais os cancros mais frequentes?

Pulmão, fígado, intestino e reto, estômago e mama. Em 2015 morreram quase 9 milhões de pessoas por cancro em todo o mundo.

Quais as atitudes a adotar para reduzir as probabilidades em desenvolver cancro?

1.     Deixar de fumar;

2.     Comer fruta e vegetais diariamente e ter uma alimentação diversificada;

3.     Praticar exercício físico, pelo menos 30 minutos 3 vezes por semana;

4.     Reduzir peso para valores normais, ou seja, ter um IMC (índice de massa corporal) entre os 18 e os 25. Pode calcular aqui o seu;

5.     Reduzir o consumo de álcool. Aos homens até aos 64 anos é permitido o consumo de 2 bebidas por dia contendo 10 gramas de álcool cada (ex: 2 copos de vinho por dia) e às mulheres (seja qual for a idade) e homens a partir dos 65 anos apenas se aconselha o consumo de no máximo 1 bebida de 10 gr de álcool por dia;

6.     Proteger contra doenças sexualmente transmissíveis. O HPV é um vírus sexualmente transmissível mesmo com uso de preservativo e é a principal causa de cancro do colo do útero e está associado a outros tipos de cancro quer no homem quer na mulher. Por esse motivo aconselha-se a vacinação (saiba mais no artigo que escrevi sobre vacinas);

7.     Vacinar contra a Hepatite B (incluída no plano nacional de vacinação). Se tiver dúvidas sobre a sua imunidade fale com o seu médico;

8.     Evitar grande exposição solar e uso de protetor;

9.     Usar máscara se tiver uma atividade profissional com exposição a fumos ou poeiras;

10.  Não fumar em casa e evitar espaços com fumo

Só deixar de fumar reduz a probabilidade de morrer por cancro em 22%!!!! Em boa verdade este é o principal fator a ser alterado, portanto… pense nisso.

Não se esqueça dos rastreios do cancro da mama, colo do útero e coloretal (veja aqui quando deve realizar)

O cancro é a segunda causa de morte em todo o mundo. A mortalidade tem vindo a aumentar e hoje sabe-se que cerca de um terço dos casos poderiam ser evitados se fossem adotadas atitudes preventivas. Fumar é o fator mais importante. Outros tão simples como vacinar, usar máscara de proteção quando necessário, usar protetor solar e comer fruta e vegetais diariamente são medidas fáceis de aplicar. Entende-se que outras possam ser menos fáceis como por exemplo deixar de fumar e ter uma alimentação equilibrada mas é possível e existem hoje em dia profissionais especialistas na área que podem ser uma ajuda valiosa. Um terço é muito! Reflita sobre isto.

Deixe uma resposta