Testes rápidos ao sangue para deteção de anticorpos não servem para saber se têm Covid-19

São vários os locais que disponibilizam testes rápidos de deteção de anticorpos à Covid-19 através do sangue, sejam laboratórios ou mesmo farmácias, sempre com um custo associado. Isto parece promissor mas na verdade deve ser visto com muito cuidado. Passo a explicar. A DGS emitiu uma circular informativa (N.o 003/CD/100.20.200) que esclarece o seguinte. Existem

COVID-19: “Baixas” médicas

Dada a pandemia COVID-19 e o seu impacto na vida das famílias, seja do ponto de vista económico ou burocrático, tem havido um aumento de solicitações de “baixas” médicas, mais concretamente de certificados de incapacidade temporária (CIT). Esclarece-se que estes CIT são emitidos por motivo de doença, não abrangendo situações específicas na sequência da pandemia

COVID-19: Prefira paracetamol ao ibuprofeno

Estão descritos casos de doentes jovens, previamente saudáveis, que perante a toma de anti-inflamatórios (ex: ibuprofeno) no início da doença COVID-19 viram o seu estado agravar. Embora ainda não haja evidência robusta que comprove esta associação, na dúvida dê preferência ao paracetamol. A agência europeia do medicamento e o INFARMED comunicaram a falta de evidência

Covid-19: há tratamento

Estamos perante uma pandemia. Lutamos contra um inimigo desconhecido. É preciso ganhar tempo. Como? Evitar a transmissão! Como? Evitando contacto com outras pessoas, ou seja, sair de casa só para o estritamente necessário! Compras essenciais significa comprar comida, comprar medicamentos… não significa comprar aquela peça de roupa, ou tomar um café naquele sítio que ia