Blog com informação médica confiável para uma comunidade mais saudável e consciente. Saber Mais

Posso ajudar a manter-se atualizado sobre a saúde.

Receba gratuitamente dicas e conselhos de um médico de família

Toma protetor de estômago diariamente? Este artigo é para si.

Descubra a verdade sobre os protetores de estômago que muitas vezes são tomados diariamente sem necessidade real. Muitos iniciam esse hábito para aliviar "dores de estômago" esporádicas, mas o uso contínuo pode trazer mais problemas do que soluções. Esses medicamentos têm efeitos colaterais, desde riscos de fraturas até deficiências vitamínicas. Se você faz parte desse grupo, vale a pena perguntar ao seu médico se realmente precisa deles.
Toma protetor de estômago diariamente? Este artigo é para si.

É extremamente frequente encontrarmos pessoas que tomam diariamente “protetor de estômago”. A maioria das vezes tratam-se de inibidores da bomba de protões (ex: omeprazol, pantoprazol, etc), que, apesar de populares, nem sempre são benéficos e podem, pelo contrário, apresentar riscos para a saúde.

Padrão de uso e potenciais riscos do protetor de estômago

Estes medicamentos começam a ser tomados por situações pontuais de desconforto gástrico, muitas vezes autodiagnosticadas como “gastrites”. Frequentemente são prescritos em consultas abertas, serviços de urgência, ou até mesmo adquiridos sem receita médica. O hábito da toma diária estabelece-se rapidamente, e a suspensão dos medicamentos pode levar ao ressurgimento dos sintomas. No entanto, é crucial entender que esses protetores de estômago não são totalmente inocentes e devem ser utilizados apenas em circunstâncias específicas, como em casos de história de úlcera gástrica, esofagite grave, ou uso crónico de anti-inflamatórios, sempre sob orientação médica.

Efeitos colaterais do protetor de estômago e preocupações

Os inibidores da bomba de protões, embora eficazes em reduzir a produção de ácido no estômago, podem levar a efeitos colaterais significativos. Eles podem aumentar o risco de fraturas ósseas, deficiência de vitamina B12, infeções diversas e alterações do trânsito intestinal, como diarreia. Esses riscos destacam a importância de uma avaliação criteriosa por parte do médico antes de iniciar a toma desses medicamentos.

Alternativas e medidas preventivas

Além disso, é importante destacar que existem alternativas e medidas preventivas que podem ser adotadas para evitar o desconforto gástrico sem recorrer imediatamente aos medicamentos. Mudanças na dieta, como a redução do consumo de alimentos gordurosos, picantes, ou ácidos, podem aliviar os sintomas de gastrite e refluxo. Evitar deitar-se até 3 horas após uma refeição. Estilos de vida saudáveis, incluindo a manutenção de um peso normal, evitar o tabagismo e o consumo moderado de álcool, também contribuem para a saúde gastrointestinal.

Importância da consulta médica

Por fim, caso esteja a tomar diariamente esses fármacos, aconselho a procurar uma consulta médica para avaliar os benefícios e riscos dessa toma. Em algumas situações, a suspensão do medicamento pode ser recomendada, sempre de forma gradual e sob supervisão médica, para evitar a recorrência dos sintomas.

Em resumo, enquanto os inibidores da bomba de protões podem oferecer-lhe alívio imediato para problemas de estômago, o seu uso deve ser cuidadosamente considerado. A consulta médica é indispensável para determinar a necessidade desses medicamentos e para explorar alternativas mais seguras e ajustes no estilo de vida que possam proporcionar alívio duradouro e prolongado e promover uma saúde gastrointestinal adequada.

A informação constante neste blogue deve, sempre que necessário, ser abordada com o seu médico e está sujeita a atualizações a que os leitores devem estar atentos.

PARTILHAR

Posso ajudar a manter-se atualizado sobre a saúde.

Receba gratuitamente dicas e conselhos de um médico de família

Navegação

Scroll to Top