Blog com informação médica confiável para uma comunidade mais saudável e consciente. Saber Mais

Posso ajudar a manter-se atualizado sobre a saúde.

Receba gratuitamente dicas e conselhos de um médico de família

Varicela – o que precisa de saber

Conhece os sintomas da varicela e o que deve ou não fazer? Não? Então este artigo foi escrito especialmente para si!
A varicela é altamente contagiosa - é facilmente transmitida através do contato direto com uma pessoa infectada ou através do ar, e a pessoa infectada pode contaminar outras mesmo antes de apresentar sintomas.

Uma doença altamente contagiosa

A varicela é altamente contagiosa – é facilmente transmitida através do contato direto com uma pessoa infectada ou através do ar, e a pessoa infectada pode contaminar outras mesmo antes de apresentar sintomas.

Sintomas e período de incubação

O período de incubação pode ir até 21 dias. Os sintomas da varicela incluem erupções cutâneas com comichão, vesículas (“borbulhas”) e febre – é importante reconhecer esses sintomas para que a sua criança possa receber tratamento adequado.

Prevenção através da vacinação

A vacinação é a melhor forma de prevenir a varicela – a vacina contra a varicela é altamente eficaz e segura. Pode ser administrada a todas as crianças com idade entre 12 e 15 meses, com uma segunda dose entre 4 e 6 anos de idade. Depois desta idade também pode ser administrada a vacina.

Complicações associadas

A varicela pode causar complicações graves – embora a maioria das crianças se recupere completamente da varicela em uma ou duas semanas, a doença pode causar complicações graves, como pneumonia, encefalite e infecções bacterianas secundárias.

Isolamento e cuidados durante o período de contágio

A criança deve ser isolada durante o período de contágio – durante 5 dias após o início da erupção cutânea. Desse modo, estará a prevenir a propagação da doença a outras pessoas, especialmente para aquelas com sistema imunitário mais deprimido ou os que têm maior risco de complicações (adultos não vacinados).

Tratamento e alívio dos sintomas

O antivírico não é obrigatório e há mesmo quem não recomende na maioria das crianças saudáveis. Deve ser ponderado em crianças com défice imunitário, lactentes (crianças com menos de 1 ano), jovens adultos e adultos. Para aliviar a comichão utilize um anti-histamínico, como por exemplo desloratadina (2,5ml 1x por dia em crianças com menos de 5 anos e 5ml 1x por dia em crianças com 5 ou mais anos). Não é necessário besuntar a crianças de cremes, uma vez que as vesículas acabam por secar naturalmente. O mais importante é evitar infeções bacterianas a partir das lesões. Por isso, deve evitar exposição solar direta, cortar as unhas (é um grande meio de contágio) e se for necessário hidratar prefira as loções.

O seu filho está doente e não sabe como justificar a sua falta ao trabalho? Não se preocupe, pode ficar a saber tudo aqui.

A informação constante neste blogue deve, sempre que necessário, ser abordada com o seu médico e está sujeita a atualizações a que os leitores devem estar atentos.

PARTILHAR

Posso ajudar a manter-se atualizado sobre a saúde.

Receba gratuitamente dicas e conselhos de um médico de família

Navegação

Scroll to Top